Siga-nos

Noticias

BOOYAH! confirma suspensão de pagamentos enquanto analisa “validade e veracidade” de audiência *

Problema pode afetar permanência de organizações nas Série B e A da LBFF

Atualizado às 15h (de Brasília) com resposta da Garena

Criada no início de 2020 para se tornar a casa dos influenciadores do Free Fire, a BOOYAH! cresceu exponencialmente a ponto de atrair streamers de outras modalidades. Contudo, nos últimos meses, a plataforma vem gerando incertezas e dor de cabeça àqueles que lá realizam lives pela retenção do pagamento às organizações e aos influenciadores desde que iniciou uma investigação referente a utilização de bot por parte dos streamers. A informação foi apurada pela Tropa Free Free.

A Tropa Free Fire entrou em contato com a Garena, que respondeu por meio de nota informando “que conta com processos rotineiros para garantir a validade e a veracidade da audiência durante as transmissões. Durante essas análises nos canais, encontramos algumas inconsistências que necessitam de averiguação mais profunda e detalhada para não impactar negativamente a experiência dos nossos streamers e influenciadores. Por conta dessa análise, a BOOYAH suspendeu temporariamente a liberação de pagamentos para algumas contas. Tal procedimento tem como objetivo manter o ambiente da plataforma seguro e justo para todos, conforme nossos Termos de Uso e Políticas“.

Em condição de anonimato, múltiplas fontes contaram à reportagem que a investigação liderada pela empresa foi motivada pelo aumento de casos de golpes dados por “vendedores de bot” e não pela utilização em si dos bots, que sempre recebeu vista grossa por parte da responsável do Free Fire.

A Tropa Free Fire apurou que a retenção do pagamento já dura, pelo menos, quatro meses, e atinge organizações e streamers que têm contratos de horas assistidas, enquanto os contratados fixos não estariam passando pelo problema.

Quer saber mais sobre Free Fire? Siga a Tropa Free Fire nas redes sociais: FacebookInstagram e Twitter!

Os relatos feitos à reportagem dizem que a demora nos pagamentos pode, inclusive, influenciar no circuito competitivo da modalidade tendo em vista que muitas organizações que disputam a Liga Brasileira de Free Fire (LBFF) precisam da quantia para manter as próprias operações.

Nos bastidores se fala que, caso a retenção no pagamento por parte da Garena se prolongue, existe a possibilidade de os clubes se desfazerem de alguns jogadores e até mesmo das próprias vagas na Série B e na Série A. Com a quantia levantada nessas eventuais vendas, as organizações iriam pagar do próprio bolso os streamers que as representam porque muitos deles vêm relatando o medo de serem despejados ou terem serviços básicos como água, luz e internet interrompidos por falta de pagamento.

Gamers Club
Fique por dentro de todas as novidades que a Gamers Club está trazendo para o cenário de esports.
Conheça a Gamers Club

Facebook

Veja mais

Gerador de Codiguin