Siga-nos
Bruno Alvares & Jéssica Liar/Garena

Cobertura LBFF

Team oNe e GOD são rebaixadas para a Série B da LBFF; confira os finalistas

GOD Unidas e Team oNe caíram direto para a Série B da LBFF; paiN Gaming lutou até a última rodada e ganhou chance de permanência.

Chegou ao fim a fase classificatória da Série A da Liga Brasileira de Free Fire (LBFF) que cravou o rebaixamento direto da Team oNe e GOD Unidas para a Série B da competição. Correndo o risco de cair até a última queda do dia, a paiN Gaming conseguiu se livrar do rebaixamento e lutar pela chance de permanecer e lutar pela elite na Série de Promoção.

+ Treinador do Fluxo, K9 fala sobre atuações de Corinthians e SS na LBFF
+ Evento de Troca LBFF chega ao Free Fire

Enquanto isso, a Vivo Keyd conseguiu brilhar e bater o recorde de eliminações da história da LBFF, abatendo 23 oponentes. Enquanto isso, equipes como Fluxo, SS e-Sports, Corinthians e LOUD estão entre os classificados para a fase decisiva da competição, marcada para acontecer neste sábado (24) em nove quedas.

Divulgação/Garena

Quer saber mais sobre Free Fire? Siga a Tropa Free Fire nas redes sociais: FacebookInstagram e Twitter!

PRIMEIRA QUEDA (PURGATÓRIO) – FLUXO

O Fluxo conseguiu dar sequência à boa sequência que já vinha fazendo no fim de semana e garantiu o primeiro BOOYAH das últimas quedas da fase regular da Liga Brasileira de Free Fire. O time conseguiu garantir uma queda excelente e abateu oito jogadores para terminar na primeira posição.

SEGUNDA QUEDA (KALAHARI) – META GAMING

A Meta Gaming se firmou ainda mais entre os 12 times que vão avançar para as finais da Liga Brasileira de Free Fire após garantir o BOOYAH da segunda queda da noite. Em Kalahari, o time conseguiu doutrinar e garantiu dez eliminações. Entretanto, sete delas foram na mão de Caue, que conseguiu mostrar uma campanha espetacular.

TERCEIRA QUEDA (BERMUDA) – VIVO KEYD

A Vivo Keyd confirmou a briga pela parte de cima da tabela depois de garantir um BOOYAH em uma queda em que jogou muito em Bermuda. Com 11 eliminações, o time conseguiu mostrar uma boa noção de posicionamento na reta final onde conseguiu levar a melhor contra o Corinthians e contra a B4 para terminar na primeira posição.

QUARTA QUEDA (PURGATÓRIO) – VIVO KEYD

A Vivo Keyd conseguiu simplesmente fazer a melhor campanha de uma equipe em queda na história da Liga Brasileira de Free Fire. Como se garantir o BOOYAH já não fosse bom o suficiente, o time ainda conseguiu 23 eliminações e conseguiu bater o recorde da competição, fazendo uma das melhores apresentações de um time no torneio.

QUINTA QUEDA (KALAHARI) – FURIA

Em busca de um lugarzinho entre os 12 melhores da competição, a FURIA conseguiu fazer uma campanha boa que praticamente deixou o time garantido entre os finalistas. Mesmo sem muitos abates, os Furiosos jogaram de maneira “safe” e conseguiram levar a melhor com o BOOYAH depois de seis eliminações na queda vitoriosa.

SEXTA QUEDA (BERMUDA) – MINERS

A Miners conseguiu sobrar em uma reta final emocionante de Bermuda contra paiN Gaming, Meta Gaming, B4 e Fluxo e conseguiu garantir a primeira posição na última queda da fase classificatória da LBFF.

Gamers Club
Fique por dentro de todas as novidades que a Gamers Club está trazendo para o cenário de esports.
Conheça a Gamers Club
Anúncio

Facebook

Anúncio

Veja mais

Mais em Cobertura LBFF