Siga-nos

Flamengo

Flamengo Esports não segue no Free Fire, diz Liga GWL

Uma das organizações oriundas de times de futebol no cenário de esportes eletrônicos, o Flamengo Esports tem vivido tempos sombrios nos últimos meses, chegando a cair para a Série C da Liga Brasileira de Free Fire. Segundo a Liga GWL, a nova gestão da organização rubro-negra não vai mais contar com o Free Fire como modalidade ativa.

+Nobru aparece entre os jogadores de esports mais citados do Twitter em 2021
+Fluxo anuncia saída de Mandela

A informação de que o Flamengo não estará mais no cenário competitivo do battle royale da Garena veio depois um torcedor indagar a liga, salientando a ausência do clube rubro-negro na competição e acusando os organizadores da liga de “panelinha”. A Liga GWL respondeu dizendo: “nós chamamos o Flamengo, porém a nova gestão do Mengão falou que não vai mais trabalhar com Free Fire”.

Confira o print na íntegra:

A história do Flamengo Esports no Free Fire começou no dia 19 de agosto de 2020, onde na ocasião, o rubro-negro anunciou parceria com outro rubro-negro, a B4 Esports. A FLA B4 (como era chamado enquanto a parceria estava vigente) contava com Reei, Kauelok, Deadgod, Modestia e Minuzzi como jogadores e tinha Machado (atual campeão brasileiro) como treinador.

Desde o fim da parceria com a B4, o rubro-negro carioca no Free Fire foi só ladeira abaixo: acumulou rebaixamentos, polêmicas e insatisfação da torcida. Sem a B4, o Flamengo Esports firmou parceria com a TRT Gaming, no início de 2021 e a parceria resultou no primeiro rebaixamento da história do clube carioca, rebaixados para a Série B da competição.

Com o cenário de terra arrasada, muitos já questionavam se de fato o Flamengo deveria manter-se ativo na modalidade. Até que então chega a Bonde Esports e Terraço Academy com a missão de guiarem o Flamengo para a elite do Free Fire, num projeto apelidado como “Renascimento Rubro-Negro”.

Quer saber mais sobre Free Fire? Siga a Tropa Free Fire nas redes sociais: FacebookInstagram e Twitter!

Foram quase 6 meses de Bonde Esports, que ao fim de 2021 já não estava em parceria com Terraço Academy, onde além de não conseguirem classificar-se para as finais da Série B, na LBFF 5, obtiveram um resultado ainda pior na LBFF 6: o Flamengo Esports foi rebaixado para a Série C do principal campeonato de Free Fire no Brasil.

A Tropa Free Fire entrou em contato com representantes do Flamengo Esports e Simplicity Esports (empresa que é detentora dos direitos de imagem do Flamengo) e até o presente momento não se obteve pronunciamento dos citados referente ao o que disse a Liga GWL. A matéria pode sofrer atualizações em caso de resposta da organização.

Gamers Club
Fique por dentro de todas as novidades que a Gamers Club está trazendo para o cenário de esports.
Conheça a Gamers Club

Facebook

Veja mais