Siga-nos

Noticias

R7 e Victor7 são suspensos da LBFF; Tropa é acusada de aliciamento

Jogadores não encerraram seus vínculos com o BONDE de maneira correta

Atualização: A matéria foi atualizada às 12h05 com a adição da nota do Cruzeiro

Na última sexta-feira (1), a Garena comunicou que Ronald “R7” Santos e Victor “VICTOR7” do Carmo estão suspensos da Liga Brasileira de Free Fire (LBFF). Segundo a empresa, os jogadores que hoje estão no Cruzeiro e paiN, respectivamente, não teriam encerrado seus contratos da maneira correta com a antiga equipe, BONDE, e ainda teriam sido aliciados pela Tropa antes de acertarem com os times.

+ MCES e EVOS Phoenix conquistam vaga para o Mundial de Free Fire
+ Garena explica suspensão de conta no Observatório de Credibilidade e o que pode causar redução nos pontos

A regra do regulamento em que ambos acabaram cometendo infração foi a 3.1.3, onde diz:

Os jogadores e técnicos participantes deverão ter contratos vigentes com as equipes que representam, durante todo o período em que estiverem representando a equipe, e tal contrato deve estar em conformidade com as leis do país. A vigência do contrato deve, obrigatoriamente, cobrir todo o período da Etapa. Quando inscrito entre o fim da janela de inscrição até o início da Etapa, a vigência também deverá cobrir esse período. Esse documento deverá ser apresentado obrigatoriamente no ato da inscrição.”

Quer saber mais sobre Free Fire? Siga a Tropa Free Fire nas redes sociais: FacebookInstagram e Twitter!

Apesar disso, a Garena acredita que Cruzeiro e paiN acabaram sendo “compradores de boa fé” e não tinham o conhecimento sobre a situação da rescisão dos contratos de ambos com o BONDE e, desta forma, não foram punidos. Em contrapartida, os jogadores estão suspensos após o término da sétima edição até o fim da LBFF 8 para não atrapalharem as equipes na reta final da competição.

Sobre o aliciamento em que a Tropa é acusada, a empresa relembra que apenas jogadores da Série A são protegidos com a regra de não poderem ser aliciados e entende que o BONDE já estava rebaixada quando o episódio aconteceu. Mesmo assim, analisará as atitudes da equipe antes de tomar qualquer providência.

“As atitudes da equipe Tropa estão sendo avaliadas e, em breve, uma decisão será tomada e publicada em nosso site”, afirmou a desenvolvedora. O comunicado completo pode ser encontrado por meio deste link.

CRUZEIRO SE PRONUNCIA

Pouco depois do comunicado da Garena, o Cruzeiro emitiu uma nota oficial sobre a situação do R7. De acordo com a Raposa, o clube foi notificado pela desenvolvedora há alguns meses solicitando detalhes a respeito da negociação do jogador com a Tropa.

Após os documentos necessários serem apresentados, o Cruzeiro recebeu a informação sobre o desentendimento referente da Tropa com o BONDE, antiga organização de R7. Entretanto, o clube conseguiu resolver todas as pendências para que ele estivesse junto à equipe nas finais da LBFF 7, apesar da punição para a próxima temporada.

“Importante salientar que R7 está liberado para atuar normalmente pelo Cruzeiro até o fim da LBFF 7. Após o término do atual split, o Cruzeiro dará todo o suporte para que o atleta possa provar a sua inocência e retomar normalmente às atividades com a line de Free Fire”, disse o Cruzeiro.

Gamers Club
Fique por dentro de todas as novidades que a Gamers Club está trazendo para o cenário de esports.
Conheça a Gamers Club

Facebook

Veja mais

Gerador de Codiguin