Siga-nos
Reprodução/Youtube

Campeonatos

Liquid mantém regularidade nas seis quedas e conquista o título da FFCS

Liquid empatou em pontuação com o Santos, mas pelos critérios de desempate ficaram com o título

A Team Liquid é a grande campeã da Free Fire Continental Series 2020. O time mostrou uma grande regularidade durante as seis quedas disputadas e levou o título. Foi uma disputa acirrada com outras equipes como SS Esports e Santos e-Sports. Tanto é que no final a pontuação por colocação decidiu o título a favor da TL.

A Liquid encerrou o torneio com 151 pontos, mesma pontuação do Santos. Porém, de acordo com os critérios de desempate, os pontos de colocação definem o vencedor. Com isso, a Liquid se sagrou campeã.

Reprodução/EsportsFreeFire

1ª QUEDA – BERMUDA

O primeiro time a voltar para o servidor foi a Artic. Os mexicanos sofreram um rush da paiN e não conseguiram segurar. Em seguida os intrépidos seguiram imparáveis levando os argentinos da Savage.

Com quatro safes completamente fechada, as trocações ficaram mais comuns. No final restaram Santos, SS, Ignis e Flamengo. O time da baixada santista eliminou os colombianos.

Porém, quem se deu bem no final foram os atuais campeões da LBFF. Sem perder uma trocação, a SS derrubou o Santos e ficou com a vitória.

2ª QUEDA – PURGATÓRIO

Até a terceira safe poucas equipes perderam jogadores. À partir desse momento, vários times se aproveitaram das rotações. Com isso sete equipes restaram para parte final do mapa.

No final restaram Flamengo, SS e Aze, todas com os quatro jogadores vivos. A experiência pesou e a SS levou mais um BOOYAH!.

3ª QUEDA – KALAHARI

A paiN começou como as outras quedas: arrasadora. Mandou três jogadores da Aze de volta para o lobby. Logo em seguida, o Flamengo completou o serviço e terminou de eliminar os mexicanos.

Depois o Mengão foi pressionado por paiN e SS, acabando sendo eliminado. A paiN seguiu avassaladora e mandou o Cruzeiro também pro servidor.

Eles não pararam até o final do mapa, eliminando todos os outros times e ficaram com o BOOYAH!.

4ª QUEDA – BERMUDA

A primeira equipe a voltar para o servidor foi a Team Aze. O Cruzeiro conseguiu um squad wipe pra cima dos dos mexicanos. Já mais pra frente, o Flamengo eliminou a Savage com o MODESTIA aproveitando um lança absurdo.

Depois aconteceu uma confusão entre Cruzeiro, Santos, RED Kalunga e SS. Todas as equipes perderem jogadores e só restou a RED com dois jogadores.

No final restaram Vivo Keyd e Team Liquid. Com vantagem de posicionamento, a VK ficou com o BOOYAH!.

5ª QUEDA – PURGATÓRIO

SS começou destruidora na partida. Foi pra cima da Aze num rush alucinante e eliminou todos os adversários. Em seguida, Savage e Ignis também deixaram o servidor.

O primeiro time brasileiro a cair foi a paiN. Numa troca franca contra o Santos acabaram perdendo e voltaram pro lobby. O Santos também eliminou a Vivo Keyd na sequência.

Mais uma troca absurda para a queda. Flamengo e SS foram pra troca de kills. A atual campeã da LBFF levou a melhor e ganhou sobrevida no mapa. Porém, bastante abatido acabaram caindo para Liquid.

Com isso restaram apenas quatro equipes no servidor e tinha apenas duas safes completas. Cruzeiro, Santos, Liquid e RED Kalunga. Na troca entre Santos e Liquid, a organização americana levou a melhor.

No final, a briga entre Cruzeiro e Liquid foi determinada pelo vantagem de jogadores. A TL levou a melhor e ficou com o BOOYAH!.

6ª QUEDA – KALAHARI

Precisando de pontos para conquistar o título, a SS foi pra cima da Aze e garantiu quatro kills. Em seguida a Ignis garantiu três eliminações pra cima da RED Kalunga.

A segunda equipe a cair é SS e logo depois foi a Team Liquid. Com cinco safes sobrou somente cinco times estavam vivos. Vivo Keyd, paiN, Santos, Artic e RED Kalunga.

Pra cima dos adversários, o Santos foi soberano e ficou com o BOOYAH!.

Gamers Club
Fique por dentro de todas as novidades que a Gamers Club está trazendo para o cenário de esports.
Conheça a Gamers Club
Anúncio

Facebook

Anúncio

Veja mais

Mais em Campeonatos